Para dormir bem

Para ter um bom sono, ao contrário que todos pensam, nenhum ruído é benéfico.
Evite ligar televisores, rádios, celular etc. A cabeça tanto quanto o corpo necessita de um descanso, quando estes ruídos estão presentes no local de descanso, a mente não descansa e o inconsciente absorve os ruídos deixando a sensação de perturbação durante o dia.

Sinta como uma criança, faça tudo como uma criança, sinta seu corpo pesado, cansado após um dia exausto de muitas brincadeiras. Procure fazer uma alimentação leve a noite, evite praticar esportes pesados no período da noite, porque elevam o nível de adrenalina no organismo.

Procure um lugar bem confortável, pouca iluminação, caso seja possível, com odores agradáveis. Quando se deitar, decida consciente que você esta indo se repousar, não mantenha em sua mente preocupações, ansiedades, contas, aborrecimentos etc. limpe todos os seus pensamentos, faça algumas respirações profundas e logo em seguida, respire profundamente e solte o ar bem rápido. lembrando que a respiração é unicamente nasal.

Você logo logo entrará em um estado de relaxamento profundo e pegará no sono como um anjo, sentindo estar no céu.

Insonia

Extraido do site: Saúde

Acordar no meio do sono pode ser alerta de 4 problemas: saiba evitar
Se você precisa dormir bem a noite, mas raramente consegue dormir as horas devidas, isto pode representar algum distúrbio, saiba o que pode fazer para preveni-los
Você normalmente acorda depois de algum tempo de sono?

Os maiores causadores podem ser o estresse, refluxo, rotinas, alimentação e pratica de atividades físicas irregulares.

No caso do estresse aconselha-se fazer um bom relaxamento ou acompanhamento médico. Os alimentos interferem e muito no sono. O Álcool, o açúcar, os carboidratos e excesso de liquido também podem causar vários problemas. Procurar alimentar-se moderadamente o mais natural possível, você poderá ter o sono bem mais tranquilo.

Refluxo é quando o ácido estomacal sobe pelo esôfago e irrita a garganta. O sintoma costuma ainda vir acompanhado de gosto amargo na boca e sensação de queimação no estômago, procurar um médico ou fazer uma alimentação especial ajudam a aliviar os problemas.

A rotina, quando alterada, pode provocar os distúrbios, prejudicando o cérebro. procure sempre dormir e acordar nos mesmos horários ou o mais aproximado possível.
Ex: Alguém que trabalha durante a noite e quando chega em casa não consegue relaxar de imediato, acaba não dormindo direito, isto a longo prazo, pode provocar distúrbios no organismo, provocando vários problemas.

Duma entre 7 e 9 horas todas as noites, evite ir para a cama com aparelhos eletrônicos, mantenha o quarto com iluminação baixa e temperatura adequada e não tente, não adianta nada nos finais de semana, “compensar” as poucas horas dormidas durante a semana. O hábito não resulta em descanso real e ainda afastam as chances de uma regularidade no sono.

Demorar para dormir à noite e ter sono de dia pode ser sinal de doença grave distúrbios de sono podem estar relacionados ao Alzheimer.

Pesquisas anteriores já mostraram que o sono pode influenciar no desenvolvimento ou na progressão do Alzheimer de várias maneiras. O sono interrompido ou a insônia, por exemplo, podem causar acúmulo de placa amiloide, uma proteína encontrada no cérebro de pessoas com Alzheimer.

Para o trabalho científico, 101 pessoas com idade média de 63 anos que tinham habilidades normais de pensamento e memória, mas que apresentavam risco de desenvolver Alzheimer, como herança genética e portabilidade de um gene que aumenta o risco da doença, foram recrutadas para terem seus hábitos de sono avaliados. Elas também forneceram amostras de fluidos espinhais que foram testadas para marcadores biológicos de Alzheimer.

Os pesquisadores descobriram que as pessoas que relataram problemas de sono e sonolência diurna apresentaram mais marcadores biológicos para a doença no fluido espinhal do que aquelas que não tinham dificuldade para dormir.

Os resultados permaneceram os mesmos quando os condutores do estudo ajustaram outros fatores, como uso de medicamentos, sintomas de depressão ou índice de massa corporal.
Segundo os cientistas, ainda não está claro se o sono pode afetar o desenvolvimento do Alzheimer ou se a doença afeta a qualidade do sono. Eles ainda disseram que mais pesquisas são necessárias para definir melhor a relação entre o sono e esses biomarcadores.

Além de relaxar, reduzir o estresse e até mesmo cuidar da beleza, uma boa noite de sono ajuda a combater doenças e emagrecer com saúde. Se você passa muito tempo rolando na cama e se sente cansada durante o dia, conheça 7 perguntas para descobrir o motivo pelo qual você dorme mal:

Faz mal beber um drinque antes de ir para a cama? Você pode acreditar que o álcool ajuda a relaxar, mas na verdade ele atrapalha e pode interferir na qualidade do seu sono.

Comer antes de dormir faz mal? O indicado é fazer uma ceia cerca de 3 horas antes de ir para a cama para não acordar no meio da noite de estômago vazio. Evite, no entanto, alimentos pesados no final do dia.

O tipo de colchão faz diferença? Sabemos que cada pessoa se sente confortável com diferentes tipos de materiais de colchão, o importante, no entanto, é que ele seja trocado a cada 10 anos para garantir um descanso de qualidade.

Preciso dormir em um quatro completamente escuro? O indicado é que o ambiente tenha cortinas para evitar que a luz solar atrapalhe o sono e, claro, nada de TV ligada ou luzes de smartphone e tablet na hora de dormir.

Para ter uma boa noite de sono, é fundamental estar em um ambiente confortável e favorável ao descanso.
Desligue qualquer aparelho que emita luz e não precise ficar ligado durante a noite. Cubra o relógio digital, desligue o notebook (inclusive da tomada) e desconecte a televisão para deixar o ambiente o mais escuro possível.

Reduza os ruídos ao nível mínimo. Se seu quarto é vítima de sons indesejados como os de ambulância, miados de gatos e ventanias, invista em um piso ou carpete grosso e janelas antirruídos para abafar o barulho. Você também pode tentar usar aparelhos que minimizam ruídos ou mesmo músicas calmantes no fone de ouvido (neste caso, compre um equipamento com função “timer”, que pode ser programado para desligar sozinho).
Seu quarto deve ser calmo. Ele não deve conter nada estimulante que te distraia do principal propósito daquele ambiente: dormir e fazer sexo. O ideal é não ter no cômodo esteira, televisão, computador ou qualquer outro objeto considerado estressante. Decore-o com enfeites e cores calmantes.

Por favor, se você gostou do post, não deixe de contribuir com seu comentário, assim, me sentirei mais motivada para escrever sabendo também o que você pensa. Contribua com sua opinião.

Visite também estes aprendizados , Cursos que podem mudar a sua vida  tem cursos superinteressantes e fáceis, que podem fazer de você um grande profissional ou mesmo ampliar os seus conhecimentos.

Um beijo da Patty

Anúncios

Gratidão por sua visita!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: